quinta-feira, maio 19, 2011

Agora estou...

...sem palavras.
Supus que fosse doer mais. Mas estar em águas estagnadas à uns bons meses foi bem pior.
Perdi uma amiga. Contudo, tenho é de pensar: se fosse minha amiga, estimava-me.
Eu disse coisas más, sim, e contive-me para não dizer pior. Porque amigos que são amigos não ficam mais de 7 meses sem se verem quando moram a 15min. de carro um do outro! Estou errada?
Ainda mais quando um deles tem carro. E passa o dia na internet, mas não lhe dirige a palavra.
Enfim... está feito. E poderia ser desfeito, era só ela querer...
...mas quem éque quero enganar? Ela, pedir desculpa? Aliás!!, ela, vir ter comigo??

Não dá. Não dá mais.

2 comentários:

Metropolitana disse...

às vezes as coisas são assim.
Tive três amigas que me magoaram bastante hás uns meses. Elas foram estudar para Coimbra e apenas eu fiquei cá na cidade de origem porque tem o curso que queria e não há possibilidades económicas para ir para outra cidade. O que se passou foi que, já não as via há imenso tempo e sempre que elas cá estavam eu não podia ir porque estava a trabalhar. Dois dias antes do Cortejo em Coimbra, eu avisei-as que ia lá ter com elas. E lá fui eu mais o meu namorado. E nada. Liguei-lhes imensas vezes, nenhuma me atendeu e não vi nenhuma delas. Só estive com uma outra amiga que, essa sim! está sempre atenta e fala-me.
às vezes é com a distancia que se vê quem realmente é nosso amigo.

Verita disse...

Fizeste bem. Fechaste uma porta, para teu próprio bem. Apesar de dentro de ti, ainda não teres resolvido esta questão. Pois percebo pelas tuas palavras que se ela quisesse, tu davas-lhe a mão. E farias bem, porque toda a gente merece uma segunda oportunidade. Agora tens que ver se ela merecia essa oportunidade ;)