quarta-feira, dezembro 31, 2008

terça-feira, dezembro 30, 2008

E a lista?

Pois, a lista... Acho que de todas as vezes que fazia uma lista de resoluções para o novo ano, perdia-a. E esquecia-me das resoluções ao fim dumas duas semanas. Então para quê dar-me ao trabalho?
Tenho algumas resoluções, sim, mas é provável que não as cumpra.
Uma delas era deixar de ser parva - mas parece que faz parte do meu charme, ahahah!
Deixar de ter a mania de olhar para o telemóvel a cada minuto - mania que tinha perdido, mas voltou =S
Enfim, agora que penso nas minha resoluções, a lista é grande. Grande demais para esta cabeça; grande demais para ter a pachorra para as escrever; grande demais para cumpri-las todas - ou uma que seja....

A passagem de ano vai ser uma seca -_- but there's no one to save me... *sigh*

Boas entradas ^^

domingo, dezembro 28, 2008

Just So You Know

American Head Charge

The surface is so cold and worthless
all the things that I have still come from there
so paint your windows in front of my face
when you know damn well theres
no one behind them
I wish your body was not so warm to me
just so you know
all it was was something beautiful
when tides and dreams don't seem so tall at all
it's me against the world still I'm losing ground
I'd kill to taste what it must be like
cause it's every one of my empty parts
that you fill now
I wish your body was not so warm to me
just so you know
all it was was something beautiful
when tides and dreams don't seem so tall at all
pause silence
another moment dropped off
left behind and
hanging still
you wont see me
I can't see you
all it was was something beautiful
when tides and dreams dont seem so tall at all




Sinto-me uma merda.
Sinto-me uma rosa cujas pétalas caíram, jogada no chão, pisada. Não que haja uma razão específica; apenas estou em maus dias. Descontrolo hormonal.
Queria atenção. Atenção dele. Mais do que atenção...
Choro por nada; a tristeza invade-me; a minha voz rouca e anasalada enoja-me, tal como a minha figura no espelho. E choro mais.

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Aie

O natal não foi mau de todo. Prendinhas boas, companhia da família ^^
Dois dias que passaram a voar.




E dou comigo a pensar.
Vejo-me baralhada...

quarta-feira, dezembro 24, 2008

Outro sem título xD

Cinco dias contigo... Bem, quatro e meio... Suponho que os tenhamos aproveitado bem?
E agora voltei à minha vida. Não que me queixe, não. O Natal veio de chofre, veio bem. Ainda assim, não consigo deixar de pensar como seria passá-lo contigo... É estúpido, eu sei, não há sequer um nós, mas ainda assim...

A minha fofinha do coração perguntou-me o que eu queria... Eu respondi-lhe: neste momento não quero nada. Não acho que tenha mentido. Tive-te só para mim durante dias - beijos, mimos, sopapos xD - e fico muito agradecida... Que mais posso querer? Sim, quero que se repita. Mas a nível emocional não quero nada. Estou bem assim.

E faltam umas horinhas para abrir as prendas. Tive de as comprar assim um pouco à pressa, estou morta de cansaço... Estou com dores nas costas, nos joelhos, nos pés. Deve estar a sofrer dum descontrolo hormonal qualquer, não estou nos meus dias xD

Mas Natal é Natal. Não sei bem como vou comer com a pedra que pareço ter no estômago e com esta dor de garganta. Enfim, estou, penso eu, relativamente feliz =)

domingo, dezembro 21, 2008

Já com 19 anos, eu. Hard to believe XD
Preferia que lhe tivessem dado mais importância, mas c'est ma vie.

Foi uma semana daquelas - esqueço-me sempre que a última semana de aulas é aquele lufa-lufa..
Mas coisas boas acontecem - daí não ter escrito muito no blog ultimamente - ando a aproveitar! ,^^

Que mais? Acho que nada. O Natal aí à porta, compras para fazer. Quiçá aturar cínicos xD

Feliz Natal.

terça-feira, dezembro 16, 2008

Música...

...para ='(





domingo, dezembro 14, 2008

Battlelore - House of Heroes



The man and the ghost will meet again
In the night when it snows, never quiet, never cold

Hear their calling, lost lords to cast the ride, white spears in their hands, pointing towards the sky

The ancient echoes from the wielded jaws, the bones and the scales, the forgotten lore

The calm of the night, lighting the flame
In the night when they haunt the curtain shall fall

Heroes and fools, all together, all the same, statues of the restless
Gallery of the drowned and the pale

The man and the ghost will meet again on the marshes of the old, though silent when it snows

sábado, dezembro 13, 2008

Atreyu - Lip Gloss And Black



YEAH!!!!!

If I gave you pretty enough words
Could you paint a picture of us that works
With emphasis on function rather than design
Aren't you tired?
cause i will carry you
On a broken back and blown out knees
I have been where you are for a while

Aren't you tired of being weak?
Such rage that you could scream
All the stars right out of the sky
And destroy the prettiest starry night
Every evening that I die

I am exhumed just a little less human and lot more bitter and cold
I am exhumed just a little less human and lot more bitter and cold
I am exhumed just a little less human and lot more bitter and cold
I am exhumed just a little less human...

After all these images of pain
Have cut right through you
I will kiss every scar and weep
You are not alone
Then I'll show you that place,
in my chest where my heart,
still tries to beat;
It still tries to beat

Aren't you tired of being weak?
Such rage that you could scream
All the stars right out of the sky
And destroy the prettiest starry night
Every evening that I die

Live, Love, Burn, Die
Live, Love, Burn, Die
Live, Love, Burn, Die
Live, Love, Burn, ... Die!!!

sexta-feira, dezembro 12, 2008

I am surely not ok.




Humor de merda. Por causa dele. E acordei bem-disposta. Dia estragado... Dia ansiado também, provavelmente...

A voz deste gajo - Jyrki Pekka Emil Linnankivi, finlandês (uhuh), 40 anos (UHUHUH!) - faz-me lembrar a do Peter Steele! Babar, babar, babar... É o que me alegra o dia... Let's work - Latin time -_-''

terça-feira, dezembro 09, 2008


Estou com um peso no peito.
Não consigo dizer que não quero. Talvez porque queira... Mas preferia que ele viesse por gostar de mim. *suspiro*

Não sei, não sei...


Ora, não sei descrever como estou. Mas bem não estou, disso tenho a certeza.
Por mim tinha ficado por casa, não tinha voltado... Tanto para fazer, tão pouca pachorra. E não estou para sorrir ou desculpar-me para com cinismos e caras ofendidas.

Apetece-me chorar. Mas se chorar, acho que o meu chakra do coração ficará desbloqueado, e ele está bem assim, bloqueado, impermeável. Estúpido? Provável...

Não me falam. Nenhum deles. Um se fala, magoa-me; o outro deve querer distância de mim. Mas eu não vou dar-lhes demasiada importância. Tenho uma vida - ainda que estranha - e vou vivê-la, não preciso deles.

Queria era ver o Leãozinho... E sorrir-lhe, e beber café atrás de café e olhar para ele. Sentir algo mais...

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Eu=Merda :D

Ía incendiando a cozinha ontem. Yap. E levei com as chamas, mas as queimaduras não são nada e ainda tenho cabelo. Fiquei foi as pestanas do lado esquerdo maiores do que as do direito. Triste.
Claro que após tal incidente senti-me merda, merda, merda, só faço merda. E azarada, que só me acontecem cenas destas quando estou a ficar alegrezita.
Chorei, chorei, chorei, solucei. Há pessoas que me dão um xanax para me acalmar, pessoas amigas que me tentam acalmar e que me apoiam na hora, há pessoas que dizem que foi só um susto (!), há pessoas que parecem não se importar com esse facto [e dizem que me adoram] (!!!).


Que vida hein. O que vale é que a minha família vale muito, muito mais que o seu peso em ouro.

domingo, novembro 30, 2008


Tenho saudades de escrever. Eu já escrevi poemas lamechas, já escrevi pequenos textos em prosa sobre tudo e nada. No fundo, tinham o meu "eu" lá reflectido.

Abro o caderno, um documento word, escrevo umas palavras e acho tudo tão... desnecessário. Escrita repulsiva de alguém que acha que sabe alguma coisa quando nem se conhece a si mesma...

Vêm-me lágrimas aos olhos, não consigo ver bem por causa delas... Porque choro? Desnecessário... Suponho que esteja um pouco triste porque só faço escolhas que parecem erradas. Porque não abri a boca hoje senão para falar comigo mesma. Porque devo ser um fantoche, já que me usam, e usam, e usam... Porque não me consigo impôr, porque sou fraca, porque não sei dizer "não", porque não consigo dizer explicitamente quando me magoam, porque sou egoísta, porque... Porque já nem na escrita as palavras fluem...

sábado, novembro 29, 2008

Volta...!

Preferia que a febre voltasse... *suspiro*
Gostava que uma coisa boa tivesse acontecido hoje. Mas não; foi pelo ralo abaixo. A única coisa boa foi que a febre passou - mas isso de ser bom é relativo... Com a febre, o fim-de-semana passava mais depressa. E a febre sempre faz companhia - sim, que estou sozinha... Aquelas duas... coisas na sala, que riem como perús e falam uns decibéis acima do necessário (até quando estava a rebolar com febre, ahahah!) não são companhia para ninguém... E depois há aquelas cenas que me deixam fodida mas que não vale a pena dizer.

O meu cartão da Caixa, puff, não funciona! Tudo a ajudar. Levantar dinheiro não dá, pagar compras não dá... E para completar o ciclo da sorte, perdi-o algures no quarto. Lá vai a je, com uma gigantesca dor de cabeça - como se uma bigorna tivesse em cima de mim caído, lalala - procurar. Muito. Mais. -_-'

Ele ontem disse que me adora muito... Devia estar bêbedo. Ou mocado -__-
Estou a desejar que ele volte rápido. Não devia... Há aquela tendência para que o que desejo, quando sucede, não correr bem... Não ser negativa, blá blá blá.

quinta-feira, novembro 27, 2008

Cinco da manhã, ei, bem boooom

Ora bem, são cinco da manhã e eu acordo a tremer de frio. É bom, não é? xD

Vou ao hi5 e deparo-me com esta frase (da tal AnOkAs):
"As Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!" - Bob Marley.

Agora com a minha botija e com um cházinho quentinho vou tentar... Erm... Dormir?

P.S. - Pessoas normais não acordam e vão ao hi5, eu sei. Mas o Youtube está-me vedado ='(

terça-feira, novembro 25, 2008

Hang me up to dry

Cold War Kids




Preferia que dissesses...

Preferia ter resposta às minhas perguntas.
Mesmo que doesse...
Dói não saber! Dói ponderar nas minhas opções, dói pensar nas supostas respostas...
Não consigo pensar em mais nada senão no facto de que a vida continua. Eu morresse ou vivesse... Alguém morresse ou vivesse. Continua.

segunda-feira, novembro 24, 2008

Que tal para vida monótona?


Tudo me pareceu irreal na altura, e ainda hoje me parece...
Ele veio, ele foi. Nervos à flor da pele, e depois aquele sabor gostoso, aquele querer mais...
Claro que homens não os entendo. Ora me diz "não te esqueças de mim", ora caga para mim durante dias seguidos. But life goes on anyways.

Parece que ando com azar. Parece. Às vezes penso que talvez seja energia negativa de alguém que me odeia muito. Vulgo mau-olhado (não?). Claro que não vejo quais as razões para me odiarem ou terem inveja de mim...

Os cartões da Caixa Geral de Depósitos tiveram um tilt geral. Hmmm. Será que a porcaria do banco foi à falência? Coisas estranhas acontecem. E o apagão em Caldas também não me pareceu muito normal. Só faltava entrarem um horda de zombies pelo café adentro... (bate na madeira, credo)

Suspiro. Dou por mim a pensar naquele fim-de-semana... Será que ele também pensa? É provável que não... Nem me fala no msn, nada. Porra para os homens. Já estava eu tão mentalizada... E é isto.

O Natal à porta. O meu daddy quase aí.
A minha avózinha do coração já me veio com uma conversa de que eu tenho a alma grande, e que devia falar com o home, dizer-lhe que ele nunca foi um pai para nós, e que devia ter vergonha pelo que fez à minha mãe e etc, etc, etc. Não sei se lhe digo nada disto. Quero é distância dele... Bah.

Devia querer distância de todos os homens. God. Devo ter cabecinha fraca...

sábado, novembro 22, 2008

Axl Rose!!

sexta-feira, novembro 21, 2008

TOKIO - SORAFUNE



Não é para te imitar, mas é que gosto mesmo pah! ^^
Está aqui a letra, em Romaji e em Inglês.

terça-feira, novembro 18, 2008

Crematory




Revolution

They'll never stop our will to live
free from pain and fear
they cannot bring us down
all your gird
go out and justify the revolution

The beginning of the age - to start revolution
now break and leave their cage - time for revolution
take those traitors away from us - and start revolution
giving back belief and trust - so live the revolution

This reign of fear built of not ending empty promises
strange liars old betrayers because they've failed the aim
there is just one world we live in - justify the revolution

Teaching mankind to fight each other (never again)
but would you like to kill your brother?
never - never again

The beginning of the age - to start revolution
now break and leave their cage - time for revolution
take those traitors away from us - and start revolution
giving back belief and trust - so live the revolution

It's time for - so start a - and live the - revolution
it's time for - so start a - and live the - revolution 

segunda-feira, novembro 17, 2008

domingo, novembro 16, 2008

A smile upon my face


Suponho que... Esteja feliz neste momento. :)

terça-feira, novembro 11, 2008


Choveu. Feels like Autumn. E eu adoro passear e pisar as folhas, ouvir o barulho que fazem... Gosto de as ver cair, amarelas, castanhas, vermelhas, na minha cabeça...
Não foi um dia mau. Não estou triste, nem mal do miolo... Pelo menos ainda não.
Vejo-o e ouço-o por aí, por onde passo, mas não estou mal do miolo, não.
Sei que my daddy vem para ficar e da dor que causa à minha mãe, mas não, não estou triste, não tripei...
Acho que estou sentimentalmente, psicologicamente apática. Por enquanto...

segunda-feira, novembro 10, 2008

BOK BOK BOK



Suponho que mereça destaque... A Lenore é tão fofa! xD

domingo, novembro 09, 2008

Uma grande não-vontade

Yap.
Tenho teste amanhã e não estudei um cúzinho sequer.
Dou comigo a pensar nele. Não é normal...
Eu tomei uma decisão e vou ficar na minha. Não fiz nada de mal, não tenho porque me sentir culpada... Mas penso em como será que ele está... Fico aflita se ele não aparece no MSN... Penso demasiado nele.
Acho que é por ter demasiado tempo livre xD
E já ouvi dizer que quando se pensa em alguém, é porque alguém pensa em nós... Ou que quando espirramos... Lalala-lala...

sexta-feira, novembro 07, 2008

Dear Diary, blablabla

Sim, a frase da imagem - cadeado - é minha... Será que a minha fase poética vai voltar? Lool...
Quinta bebi sangria. Acho que sempre que tiver um problema, é na sangria que me refugio... Droga talvez fosse melhor. Enfim, acho que a rebeldia não me está no sangue, nem o dinheiro na carteira! Ahahahah...
Rio, é bom rir. Certo?
Neste preciso momento estou um bocado angustiada. Ele não apareceu no MSN hoje. Estou preocupada e não devia. Afinal, não faço parte da vida dele... Mas o meu coração fica apertado, apertado.
Estou mais agoniada com esse facto do que com o outro, de que my dear daddy vem cá passar o Natal. Desculpo-me pensando que temos sempre mais medo do que não sabemos... Mas não sei como reagir ao vê-lo. Devo sorrir, permanecer séria? Permanecer séria não consigo. Nem devo, "Ele é teu pai", blá blá blá.
Verdade seja dita, quando vi as palavras "má notícia para ti" pensei que ele ía deixar de me dar dinheiro. Sou tão fútil e materialista... Desculpo-me aqui também pensando que sem o dinheiro não poderia andar na Universidade, não estaria aqui em Aveiro... Não me imagino em mais sítio nenhum...
A lista de trabalhos e testes cresce. E apetecia-me ter sono para dormir, dormir, dormir, e não pensar. I stopped fighting my inner demons but... But.




P.S. - Ele apareceu. O meu coração respirou (!!!) de alívio. Credo, sou tão triste.
P.P.S. - Falei com my sister sobre o facto do pesadelo estar a - entre aspas - cumprir-se. Não considero o meu pai uma "pessoa querida", mas é meu pai... E ficaria angustiada se algo lhe acontecesse (bate na madeira...)... Enfim, desilusão amorosa, dificuldades financeiras e visita duma pessoa querida. Será estranho? Não será? Se me tornasse médium até que era uma mais valia, hein?

terça-feira, novembro 04, 2008

Novo vídeo! (babar)

Cradle of Filth - Honey And Sulphur


Letra



Tive a edição especial do Godspeed on the Devil's Thunder nas minhas mãos! Só pareceu às pessoas que estava a ter um orgasmo xD

Como me senti...

Como se me espetassem uma porção de agulhas no miocárdio.
Ou como se o coração me tivesse saído do peito.
Mas li o que queria ler.






Sim, eu saio da tua vida.

domingo, novembro 02, 2008

O tal pesadelo

Tive um pesadelo há uns tempos e hoje deu-me para procurar o que significa. Enfim, só coisas boas! Segundo os elementos do dito pesadelo esperam-me desilusões amorosas, dificuldades financeiras e visita de uma pessoa querida! As duas primeiras já cá cantam.

sábado, novembro 01, 2008

Sinto-me tão dispensável... Acho que até a merda tem mais uso do que eu.
Birra, dizes que estou de birra? Não, estou magoada.
Tento compreender a tua situação, mas tu nem te dás ao trabalho de saber da minha. Não podemos comparar, bem sei, mas só o facto de tu perguntares "como estás?" me faria sentir melhor, querida, importante.
Por isso as tuas palavras foram-se esvaindo do meu coração. Porque não correspondem aos teus actos. Bem disseste que eras centrado em ti; somos parecidos. Mas fazer uma simples pergunta não custa... Custa?
Birra. De birra estás tu. Parvo...


E ouvir screamo acalma a dor, a desilusão, ou seja lá o que for que sinto, que eu não sei não... Sinto que o meu coração puff, foi-se.

Through Glass




De Slipknot para Stone Sour xD








Mês de Novembro, já... Traz-me certas lembranças.
Não tarda está aí o Natal. Ai. Nostalgia.
Adoro como enfeitam o fórum, adoro ver as luzes reflectidas na Ria... Porém, acho que me virão lágrimas aos olhos. Nop, não sou bem da cabeça xD
Como decorrerá o mês? Haverá boas novidades, más novidades? Melhoria nos assuntos do coração (uuh!)? Melhoria entre... entre mim e as pessoas no geral, vá?
Eu espero coisas boas e deduzo coisas más. *suspiro*

sexta-feira, outubro 31, 2008

Feliz Halloween...

...Para quem ler.


Estou num daqueles dias em que não vou sair da cama. Ou porque não consigo, ou porque não quero... Tenho um PC com internet, deve deve bastar para me manter aqui... Sim, deve bastar. Espero. A única pessoa que queria ver pessoalmente (e que conseguiria suportar pessoalmente) não pode vir. Talvez seja melhor. Sinto-me um caco de vidro, uma pétala caída... Credo, tanto poetismo. Mas nao estou bem.
Três, um não me fala/ignora-me e não sei que mal fiz; outro fala-me de vez em quando, mas somos um para o outro nada mais que um passar-tempo. O terceiro, real, é-me inalcançável. Tudo o que seja não-platónico o é...
E meto-me aqui a relembrar o quão indiferente sou para as pessoas, e que se aquele carro me tivesse mesmo atropelado era uma mais valia. E também penso naquela outra a dizer que a minha vida não é assim tão complicada, ou da outra que só se lembrou de me perguntar se a odeio quando estou quase literalmente na merda.
Os amigos definitivamente não são para as ocasiões. Há raras, raríssimas excepções... Enfim, quem sou eu para falar, não é? Não sei a definição de amigo. E se a amizade é como uma semente que precisa de atenção, carinho e blábláblá para crescer ou manter-se, acho que tenho sido irresponsável. Sempre tenho a desculpa de me sentir na merda e não querer falar com ninguém. Lá me esforço, mas naquelas conversas de merda, para quê?
Quando estou só tudo piora. Quando estou só, penso e repenso, e recuso-me a fazê-lo. Recorro à imaginação - que sucederia, que sucederá? Mas às tantas parece que sofro mais ainda com isso.
E pronto. Na cama. Luz apagada, PC à frente. Acho que me vou meter a ver filmes... Comédia, thriller, romance? Acho que vou para a comédia. Quem sabe, quem sabe.




Os Slipknot já têm outro vídeo e nem sabia. E fiquei contente porque do álbum, somente duas músicas me cativaram, e são as duas para as quais fizeram vídeo ^^

Dead Memories



Lyrics | Dead Memories lyrics

quarta-feira, outubro 29, 2008

Credo, credo, credo

E eu acho a minha vida má...
Vão a este blog, leiam o texto todo. Mas não comam nada antes...

Nunca pensei nisso

O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença. Realmente. Dói muito mais.
Há muita gente que não me ama xD

terça-feira, outubro 28, 2008

Nothing...

E se fossem....?

"A tua vida não é assim tão complicada..."
E se fossem à merda??
Isso sei eu, que a minha vida não é complicada. Podia tripar com um rol de coisas, mas as lágrimas secam, eu habituo-me. A minha vida é deveras monótona.
Mas que puta de descaramento... Sério. E não posso fazer nada senão concordar.

sexta-feira, outubro 24, 2008

From First To Last - Ride the Wings of Pestilence

Desgraçaaaa


Parece que o consumo de 3 chávenas de café por dia pode diminuir os seios... Estudo sueco. Sniff.

terça-feira, outubro 21, 2008

Desculpa...

Desculpas?
Só faço merda... Sou uma merda. Digo-te, e tu dizes para eu parar. Mas sou-o; que mais se pode chamar a alguém egoísta, que gosta de ti, mas que não consegue fazer parte da tua vida...?
Dizes que preferes-me a mim... Se eu acreditar, que será de mim?
Desculpa... Sei que estás mal, mas algo em mim... Fica apertado, apertado, asfixiado, de pensar que não me contas o que se passa, e que tenho ideia de que é grave... Se sou importante, porquê?
Egoísmo... Sei. Gostas de manter tudo dentro de ti, e eu devo respeitar... E tento, tento. Mas...

sábado, outubro 18, 2008

TRÊS TRISTES TIGRES - O mundo a meus pés



Chamo a isto musiquinha de casa, musiquinha de infância. Quantas vezes não ouvia a minha irmã a cantar esta música (lágrima no canto do olho)...

quinta-feira, outubro 16, 2008

Não tenho muita vontade para escrever... Mas obrigo-me a fazê-lo para me lembrar da pessoa horrível que sou. Para me lembrar do que senti...
Tão fútil e egoísta que sou meu querido! Tanto... E tu tão mal... Não, a desculpa de eu não saber não entra em mim. Tu tens problemas e eu devia ter chegado lá. Espero mesmo que me tenhas desculpado. Falas-me pouco...
Quando mo contaste pensei que estivesses a sofrer o inimaginável - pois o que se passou contigo é-me inimaginável... Pensei que estivesses a gozar com a minha cara - mas tu não me mentirias, não. Pensei - ainda penso - que se existe de facto um deus, pôs-te na minha vida para ver que há pessoas fortes, que passam por tanta merda, e que ainda sorriem... Pessoas mais merecedoras de coisas boas do que eu.
Tenho medo. Que te vai acontecer? Conheço-te tão pouco... Tenho medo de não vir a conhecer mais e melhor... Não me vou arrepender de te ter conhecido... Mãe, já falo como...! Oh. Deus.
Disseste-me uma vez aquelas cinco letras e eu ralhei contigo. A verdade é que queria que fosse verdade. Disseste-me que pensavas nisso. Tão egoísta que sou... Tanto que sofres e ainda pensas em mim... Gosto muito de ti.
Agora sinto-me estranha. Senti-me estranha durante todo o dia. O coração apertado, mas calmo. Será parte da minha futilidade? Oh querido, não sei exactamente o que sentir... Muito menos o que te dizer. Sou uma bosta em relações de qualquer tipo... Disse-te que gosto de ti. Não respondeste e desejei que não o fizesses - eu não te posso, não te consigo ajudar. Devias mandar-me à merda. Mereço. Ao mesmo tempo quero que me digas como estás, que se passou, que sentes... Mas eu, aquela a quem disseste as cinco letras (não sei se disseste alguma vez a mais alguém - sei que sou desconfiada), não contas nada ou quase nada... Como vou fazer parte de ti, da tua vida? Será que não queres? Já fazes parte da minha... Oh. Minha mãe. Que doa o que me disseres. Quero sofrer contigo... Era isto que te queria dizer. Se fosse corajosa fazia copy-paste deste texto e mandava-to. Não sou... Desculpa-me. Tenho medo de tudo e mais alguma coisa. Olha bem para mim, eu não valho a pena! Oh lindo, lindo... Desculpa-me... E choro. Triste que sou. Tu sofres e eu choro por ti? Estúpida.

quarta-feira, outubro 15, 2008

Prendre mon coeur avec vous parce que je ne le souhaitez pas...
Parece que o não me importar tem os seus momentos... Lol...

Novo vídeo dos Cradle a caminho! XD

"I'm cold, I'm ugly
I'm always confused by everything
I can stare into a thousand eyes
But every smile hides a bold-faced lie


(...)

I'm nothing short of being one complete catastrophe"


Os Slipknot é que sabem...
Ontem tive febre e precisava de atenção. Encontrei-a, ao fim e ao cabo, mas não da pessoa de que queria... Enfim. Estou melhor, sim, muito obrigada^^
Apeteceu-me chorar. E poucos minutos depois, achei que não importava... Há quem esteja em piores situações. Damn. Preciso de me habituar. Só não sei bem ao quê...
A vida dá voltas, não? E os homens andam à caça e a cheirar feromonas e o catano, e deve haver pouca escolha, pois sou vítima (o choque =O).
Três. LOL, talvez não dê em nada. Mas o facto é que não sei para que lado me virar. E se bem conheço a minha triste vida, no final fico sozinha outra vez, como sempre.
Enfim, enfim, só um desabafo mesmo. Estou confusa para cara***.

segunda-feira, outubro 13, 2008

Nevermind Me



What is the game we're playing? 
should I stick around for more? 
Snap your fingers I'll coming running 
Leave again when you're bored 
with me 
I'll make it easy 

Nevermind me, nevermind me 
I'll just cast shadows on your walls 
Nevermind me, nevermind me 
My God I feel so small 
Nevermind me, nevermind me 
I'll just cast shadows on your walls 
Nevermind me, nevermind me 
I'll just let myself out. 

This facade that I'm stuck with 
has got me wondering 
Just tell me how you want me 
and I'll be naked stumbling 
just to get a reaction, any signs of love 

Nevermind me, nevermind me 
I'll just cast shadows on your walls 
Nevermind me, nevermind me 
My God I feel so small 
Nevermind me, nevermind me 
I'll just cast shadows on your walls 
Nevermind me, nevermind me 
I'll just let myself out. 

Bottle up your smile 
Pour it in a cup 
I'll be on my way 
once I've sobered up

Gostei desta^^

sexta-feira, outubro 10, 2008

Ai. Ai ai ai, a minha cabeça.
Jantares de turma dão nisto...

quinta-feira, outubro 09, 2008

Acordei à pouco e já estou frustrada.
Frustrada, frustrada, frustrada... Magoada, ignorada. E o dia ainda agora começou =(

quarta-feira, outubro 08, 2008

Some light does appear while in darkness... =)
But the pain in my chest grew stronger...
Oh god. What now?

terça-feira, outubro 07, 2008

E agora ando maluquinha por lábios -_-













36 Crazyfists - At the End of August

Esqueci-me de falar sobre o fim-de-semana.
Acho que foi um dos melhores fins-de-semana que passei... Eu, a minha irmã, o meu irmão, a minha mãe... O jantar de aniversário do meu irmão foi bom; nós estávamos juntos. Acho que no futuro vou ficar com uma lagrimazita no canto do olho de pensar nisso... Estou a ficar velha lool!
Sim, houve contratempos. Era para sair, depois já não; o humor piora, a vontade esvai-se, já não saio de novo. E também era para ir ao Arena, mas os planos não se cumprem... Estupidamente estranho eu achar este o melhor fds que lá passei, não é? Estas hormonas, esta emotividade... está bonito está, ahahah. Mas é, eu acho que foi. Fui aceite, sabem? E a família unida... Gosto. Muito.

segunda-feira, outubro 06, 2008

Que dizer?

Imaginei um sofá amarelo, mas é azul. É giro. É fofo.
Imaginei que era forte para isto... Mas as lágrimas voltam.
Damn.
Imaginei encontrar-me contigo. Imaginei a roupa que levava e tudo (!).Muita imaginação...

Royksopp - What else is there

sábado, outubro 04, 2008

Voltei

Para passar tempo. É para isso que sirvo, na verdade. Sou para diversão em alturas de aborrecimento extremo. Já me tinha esquecido...
Estou triste. Mas é melhor assim.
Volto sempre ao meu lugar, no final. Não sei porque me meto a pensar que sou importante, se no fim volto sempre ao meu lugar...
Não aprendo.

sexta-feira, outubro 03, 2008

A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la.

Frase duma tal AnOcas do HI5.. Hum, concordo. Postei-a aqui para ver se não a esqueço... -.-'

I'm losing it *lalala*

Já se sentiram como se estivessem a perder a cabeça?
Eu sinto-me assim, exactamente.
Ponho-me a pensar e ou dou mais cabo da cabeça, ou chego à conclusão que queimo neurónios para nada...
E perco-a, perco-a, perco-a.
Culpa dele, culpa minha... A percentagem de mim que pensa (mas pensa a sério) diz que o que sinto não pode ser real. Que as lágrimas são desnecessárias. Que a preocupação e o aperto no coração são apenas formas de me torturar e que demonstram claramente que sou uma parva emotiva.
Aie. E agora? LOL

terça-feira, setembro 30, 2008

...

"Sentes o que queres"...
Sinto, não sinto? Primeiro neguei-o a mim mesma... Mas às tantas... Deve ser assim. Sinto o que quero consoante as circunstâncias.
É certo, não é?
Tão certo como as hormonas...
Não é?

Mistura de desilusão com "I told myself so"...
Mistura de orgulho ferido e um nadinha de tristeza...
Já se fartou. Todos se fartam. Sina minha hein.

domingo, setembro 28, 2008

Type O Negative - Black No. 1





Que voz...

Auto-controlo, onde foste?...

Acho que ando a perder o controlo... Se já não o perdi.
Conhecer um rapaz faz isto?
Preferia às vezes não tê-lo conhecido... Mas ele é único e eu gosto-o tanto! É possível? É?...
A sangria de ontem teve um efeito estranho em mim. Acho que foi a primeira vez que chorei bêbeda - é, eu sou tão digna! xD
Viram-me... Ai opa, viram-me, ouviram-me... Sou tão anormal... Prefiro chorar sozinha. Mas foi saindo, saindo...
Será que estou apaixonada? Pensava que tinha perdido essa capacidade, já. Mas é que nem sei o que é estar apaixonada! Sei que gosto dele... Da voz dele, das palavras dele... Suponho que até as birras lhe dêem algum charme? xD
Minha mãe. Eu dava-lhe a minha vida... Ele merece mais do que eu! Porquê?...

quinta-feira, setembro 25, 2008

Então...

Se lêem este blog com o mínimo de assiduidade, devem estar a perguntar-se o que se está a passar na minha monótona vida... Ou então estão a cagar-se, e eu, pronto, entendo.
Conheci um rapaz. Quando o conheci não lhe dei muita importância. Disse-me coisas que, tendo nós nos conhecido pela internet, qualquer um desconfiaria - eu desconfiei, e digo que se deve desconfiar. Mas bastou um dia para que nos tornássemos amigos... Ou assim eu pensei.
Foram bons tempos. Não, eu sei que vão acabar. Mas... é provável que mais cedo que o esperado...

quarta-feira, setembro 24, 2008

São todos iguais...
xD

terça-feira, setembro 23, 2008

Tola, tola


Apaixonada?
Não. Não...
É certo que ele me faz sentir bem... Que eu gosto de falar com ele, e ele diz que gosta de falar comigo... Mas e se for apenas coisa da solidão?
Mais depressa abrir o bolso que o coração... Acho que devo ser mesmo muito estranha. E forreta, lol... Se é isso que a maior parte das pessoas faz!
Falar comigo horas ao telemóvel... Horas. Dizer que a minha voz é linda... Quem não ficaria tola com tanto elogio que ele me deu? Elogios que não mereço...
Se for tudo uma ilusão, que vai ser de mim? Mas... vou perdê-lo.
Bem. Aproveitar a vida, não é assim?
Não gosto de pensar por causa disso. Se se pensa, não se aproveita.

sábado, setembro 20, 2008

Sábado

Muito aconteceu nestes dias, a nível emocional.
Descobri que não me entendo a mim mesma - nada, de todo.
Descobri também que costumo dar tudo de mim aos que gosto, mas que tudo não é nada...
Não estou bem. Apetece chorar. Apetecia à pouco e apetece agora.

--------------------------------------------------

Feliz aniversário à minha mamã =)

quarta-feira, setembro 17, 2008

Neurose

Segundo o dicionário Priberam:


do Gr. neûron, nervo


s. f.,
perturbação mental ou emocional, cujos sintomas se manifestam por um comportamento obsessivo, tal como raiva excessiva, medo, ansiedade ou ódio sem razão aparente.




Hmmm... AHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAH!

Ser pessoa


A complexidade de ser pessoa. Uma merda.
Hoje estava capaz de arrancar a minha alma. Se pudesse, claro. Como se ao arrancá-la, a dor não viesse mais.
São daqueles dias em que nos lembramos de certas situações...
Daqueles dias em que só havia espelhos à minha volta.
Espécie de 2 em 1; how nice.
E ainda por cima ontem estava com uma neurose. Hoje deve ser então uma continuação.
Para melhorar a situação, estou sem dinheiro. ARRRRRRRRR, que merda!

terça-feira, setembro 16, 2008

Papa Roach - Not Listening


Sou uma fraca...

domingo, setembro 14, 2008

Men sucks. Mas não vou voltar a sentir o que senti... Não me vou permitir.
Daqui a umas horas volto para Aveiro. Sinto-me sem importância - suponho que nada de novo.
A minha mãe e as suas manias de cancelar ou adiar planos... Ontem era para passear, hoje para almoçar fora, mas não... Fica para o próximo Sábado. OK.
Não é o facto de não irmos que me entristece e enfurece e me faz sentir uma débil sem acção. É o facto de ela fazer sempre isso, sempre. Mas porquê hoje? Só acentua o sentimento... de que não sou ninguém importante.

Ontem fui às compras com ela. Dei-lhe a mão - há quantos anos não o fazia? Anos... Lol, talvez esteja a exagerar. Talvez eu apenas pense que foram anos...*

sexta-feira, setembro 12, 2008

Um desejo
















Ontem choveu. Já se sabe, eu e a chuva...
Deixa-me a desejar. E eu desejei, desejei que algo de bom me acontecesse! Não algo superficial como sair à noite ou ouvir elogios falsos de alguém que não sei se esqueci... Algo BOM, que me durasse para a vida, e que eu me lembrasse por toda ela!
Bem, acho que não.
Tenho tido também esta imensa vontade de falar comigo. Em voz alta talvez tivesse mais sentido - quem sabe seja indício de esquizofrenia ahahaha! Bem, bem.



As saídas... Nunca decorrem da forma que espero.
Não são desilusões, mas...
Os elogios... Rio-me deles.
Mesmo assim, ainda me acho susceptível.

quinta-feira, setembro 11, 2008



I want to wake up in your white, white sun
I want to wake up in your world with no pain
But I'll just suffer in a hope to die someday
While you are numb all of the way

When I hate it I know I can feel but
When you love it you know it's not real
No
And I am resigned to this wicked fucking world
On its way to hell
The living are dead and
I hope to join them too
I know what to do and I do it well...

When I hate it I know I can feel but
When you love it you know it's not real
No

Shoot myself to love you
If I loved myself I'd be shooting you